Congresso Geriatria

MHNJB - UFMG

museu-ufmgO Museu de História Natural e Jardim Botânico da UFMG (MHNJB/UFMG) está instalado em uma área com aproximadamente 600.000 m², possui vegetação diversificada e típica da Mata Atlântica, que reuni, além das nativas, espécies exóticas.
O Museu dispõe de um acervo formado por aproximadamente 265.664 itens entre peças e espécimes científicos preservados e vivos (coleção científica de plantas e reserva vegetal) e contextualizados nas áreas da Arqueologia, Paleontologia, Geologia, Botânica, Zoologia, Cartografia Histórica, Etnografia, Arte Popular e Documentação Bibliográfica e Arquivística.

Integrando as áreas citadas também podem ser mencionados livros e periódicos, nacionais e estrangeiros, que se encontram na biblioteca do MHNJB/UFMG, assim como um expressivo conjunto de fotos e de documentos do museu, incluindo aqueles relativos ao Presépio do Pipiripau. Parte desse acervo encontra-se exposto e pode ser visitado.

O museu dispõe ainda de um auditório, de um viveiro de mudas, uma lagoa, um anfiteatro ecológico e um jardim sensorial.

Fonte: ufmg.br/mhnjb/museu

Palácio das Artes

palacio-das-artesO Palácio das Artes é um complexo cultural que fomenta e difunde a arte e a cultura e proporciona uma multiplicidade de experiências para o público visitante. Localizado na Av. Afonso Pena, na região central de Belo Horizonte, e ladeado pela biodiversidade do Parque Municipal, é um dos raros espaços no país e na América Latina que reúne, num mesmo local, diversos equipamentos culturais: Grande Teatro, Teatro João Ceschiatti, Sala Juvenal Dias, Cine Humberto Mauro Grande Galeria Alberto da Veiga Guignard, Galeria Genesco Murta, Galeria Arlinda Corrêa Lima e Galeria Mari’Stella Tristão.

É um espaço dinâmico que proporciona a fruição das mais diversas expressões e linguagens artísticas e em que circulam diariamente artistas, curadores, maestros, diretores artísticos, produtores, gestores, pesquisadores, estudantes de arte e público em geral. O Palácio possui, ainda, o Centro de Convivência João Etienne Filho, que conta com uma biblioteca e uma midiateca acessível ao público.

O seu conjunto arquitetônico abriga também o Centro de Formação Artística e Tecnológica da Fundação Clóvis Salgado – Cefart que oferece os cursos de teatro, dança e música e que proporciona uma convivência instigante e provocadora de professores, artistas e alunos.

Todo o processo de criação dos Corpos Artísticos da Fundação Clóvis Salgado – Cia. de Dança Palácio das Artes, Coral Lírico de Minas Gerais e Orquestra Sinfônica de Minas Gerais – ocorrem nas dependências do Palácio das Artes, onde os grupos ensaiam diariamente e recebem artistas de todo mundo para workshops, ensaios espetáculos de dança, música, ópera etc. É neste espaço múltiplo que a cadeia da arte se realiza: a criação, a produção e a difusão junto ao público.

Fonte: http://fcs.mg.gov.br/espacos-culturais/palacio-das-artes/

Mirante do Mangabeiras

miranteConsiderado área de preservação ambiental, está localizado no bairro das Mangabeiras, atrás do Palácio do Governador, em uma área de aproximadamente 35.400 m2. Com dois decks de madeira instalados, medindo cada um cerca de 125m2, o Mirante proporciona aos visitantes uma linda visão panorâmica da cidade e do Parque das Mangabeiras.
Endereço: Rua Pedro José Pardo, 1000 - Mangabeiras

Complemento: Atrás do Palácio Mangabeiras 
Telefones: 31 3277-8275/31 3277-7784
Horário de Funcionamento: Diariamente das 10h às 22h

Informações Adicionais:

Excepcionalmente, o horário pode ser alterado, conforme necessidade da Fundação de Parques Municipais.

Acessibilidade:

Sanitário.
Deficientes e idosos tem acesso livre para subir de carro.

Serviços:

Adaptado para portadores de necessidades especiais

Fonte: belohorizonte.mg.gov.br/local/atrativo-turistico/mirante-do-mangabeiras

Savassi

savassiA Savassi é um bairro nobre situado na Zona Sul da capital mineira. É conhecida pela grande quantidade de bares e por um desenvolvido comércio, sendo uma das regiões mais prestigiadas da capital mineira.
Alguns locais famosos da Savassi são:
A Praça Diogo de Vasconcelos;
O McDonald's;
As avenidas Cristóvão Colombo e Getúlio Vargas;
A Praça da Liberdade;
A Escola de Arquitetura da UFMG;
O Colégio Santo Antônio;
O Shopping Patio Savassi;

Amilcare Savassi, padeiro italiano, estabeleceu-se na Praça Diogo de Vasconcelos nos anos 30, e sua padaria foi batizada com seu sobrenome. Com o tempo o povo passou a designar a praça pelo nome da padaria (Praça da Savassi) e, sucessivamente, toda a região compreendida pela área antiga do Bairro dos Funcionários ganhou essa designação. A existência de um grupo de rapazes que se reunia às portas da padaria, a Turma da Savassi, famosa por suas peripécias noturnas, contribuiu para popularizar o nome popular do logradouro.

 

A Feirinha da Savassi, realizada às quintas-feiras no quarteirão da rua Paraíba entre a avenida Getúlio Vargas e a rua Inconfidentes, é um dos símbolos da região. A feira, de responsabilidade da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional da Prefeitura (SMASAN)

 

O bairro possui uma agitada vida noturna, com vários cafés, bares e boates. Entre eles, estão:

 

Cafés:

Café Três Corações
Café com Letras
Café Status
Café da Travessa
Café com Prosa
Café Oásis

 

Bares e lanchonetes:

Empório Savassi
Napolitano Pastéis
Baiana do Acarajé
Axé da Bahia
Bar Imperial
Rei do Pastel
Bar do João
Zona Sul
Maria Gelada
Fujiyama
Afrodick
Assacabrasa
Rococó
Lord Pub
Jack Rock Bar

 

Boates:

A Obra
Voice Mystical Club
Roxy Dance Machine
Josefine
Bwana Pub
dDuck dClub
Velvet Club
Mary In Hell
UP E-Music
Al Capone